Zara retira t-shirt com estrela e diz que vai "exterminá-la"

(Atualizada) Às riscas e com uma estrela amarela de seis pontas. Na Zara chamavam-lhe a t-shirt do xerife, os comentários que se espalharam pelas redes sociais notavam que parecia o uniforme dos judeus em campos de concentração. A Inditex retirou-a do mercado, pediu desculpa e diz que vai "exterminar" o produto.

A t-shirt foi retirada do mercado pela Zara hoje, de acordo com uma notícia do jornal britânico "The Guardian". Trata-se de um modelo para crianças entre os três meses e os três anos, às riscas azuis, com uma estrela amarela à frente.

O artigo encontrava-se à venda online e em vários países, França. Dinamarca, Suécia e Israel, de onde partiu uma denúncias.Custava 12,95 euros.

Dimi Reider, repórter do +972, uma publicação que reúne textos de blogs sobre sociedade e política em Israel e na Palestina, perguntava, acerca da sweat-shirt "Que mais parece?".

O site adianta que a Zara, em Israel, pediu desculpa aos consumidores, via Twitter, e prometeu retirar o produtos das prateleiras das lojas de todo o mundo. A história estava quase a terminar bem quando o comunicado, citado pela +972, acrescenta que a t-shirt será "exterminada".

A palavra em hebreu, hashmada, tanto quer dizer "será destruída" como serve para designar as práticas dos nazis no Holocausto.

A filial nacional da Zara garante ao DN que a t-shirt já não se encontra à venda nas lojas, com um pedido de desculpas e a mesma justificação que foi chegando a outros países. "O design da t-shirt em questão foi inspirado na estrela do xerife dos filmes clássicos de Western, tal como o slogan da t-shirt diz". "Nunca foi a nossa intenção, que algum dos nossos produtos ou designs fosse interpretado como desrespeitoso ou ofensivo", acrescenta.

O mesmo comunicado diz ainda que a Zara "é uma empresa onde pessoas de mais de 180 nacionalidades trabalham juntas e representam as suas culturas, raças e religiões do mundo moderno". "Rejeitamos veemente qualquer forma de discriminação", conclui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG