"Voltar à política do PSOE é acabar como Portugal"

O vice-secretário de Estudos e Programas do PP (Partido Popular) Gonzáles Pons, afirmou que "se renunciarmos às políticas do Partido Popular e regressarmos às do PSOE (socialistas), Espanha acabará como Portugal".

Segundo o jornal espanhol "El Mundo", durante uma ação partidária em Catellón, este domingo, González Pons afirmou que "A Espanha não está na situação de Portugal, porque no nosso país os esforços são repartidos e todos fazem sacrifícios", adiantando que "se Portugal está pior que a Espanha é porque não se tomaram as medidas necessárias que se tomaram aqui".

"Graças ao esforço de toda a Espanha, não foi preciso um pedido de resgate, por isso, graças ao esforço de toda a gente, Espanha vai seguir em frente", acrescentou o dirigente do PP.

González Pons explicou que Espanha teve de superar três grandes desafios que muito poucas nações, por si próprias, teriam conseguido superar: uma crise do sistema financeiro, uma crise da dívida pública e não pedir um resgate financeiro.

"Num só ano enfrentámos estes três grandes desafios que teriam feirto cair outros países. Estamos a cumprir com as nossas responsabilidades e Espanha está no caminho certo: menos défice, menos dívida, mais reformas e mais responsabilidade. Este é o único caminho por onde se consegue sair de uma crise e os sacrifícios de todos vão começar a dar os seus frutos", assegurou Pons.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG