Vice de Merkel casa-se com companheiro

Westerwelle oficializou, numa cerimónia discreta, a relação homossexual que mantém desde 2004 com Michael Mronz

O vice-chanceler alemão, Guido Westerwelle, oficializou a relação homossexual que mantém desde 2004 com o empresário Michael Mronz. A cerimónia realizou-se sexta-feira com a maior discrição, longe das objectivas da imprensa, e só ontem foi tornada pública numa notícia do Bild Zeitung.

"É o culminar de um grande amor", descreve o jornal, lembrando uma declaração antiga de Westerwelle, que é também ministro dos Negócios Estrangeiros e líder do Partido Liberal: "Decidi que vou partilhar a minha vida, toda a minha vida, com o meu companheiro."

O casamento homossexual não está legalizado na Alemanha. Mas a lei alemã permite desde 2001 o registo oficial dos pares do mesmo sexo com o conjunto de direitos e deveres igualmente reconhecidos aos casais heterossexuais. Foi este o passo que Guido Westerwelle, de 48 anos, e Michael Mronz, de 43, oficializaram agora, na câmara municipal de Bona, sob a presidência do burgomestre da cidade, na presença de um pequeno grupo de 20 convidados. "Na mais estrita intimidade", como sublinhou o Bild Zeitung.

Desde que há um ano assumiu as actuais funções no Governo alemão, no âmbito da coligação com os democratas-cristãos da chanceler Angela Merkel, Guido Westerwelle tem participado em cerimónias públicas com Michael Mronz, que o acompanhou também a várias deslocações ao estrangeiro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG