Vaclav Klaus diz ter recebido proposta satisfatória

O Presidente checo, Vaclav Klaus, que exigiu uma excepção para o seu país para concluir a ratificação do Tratado de Lisboa, afirmou hoje que recebeu uma proposta satisfatória da presidência sueca da União Europeia.

"O Presidente Vaclav Klaus recebeu uma proposta da presidência sueca da UE que é uma resposta à sua reivindicação relativa à ratificação do Tratado de Lisboa na República Checa", lê-se num comunicado da presidência checa.

"Essa proposta responde às expectativas do Presidente e é possível trabalhar com base nela", acrescenta o texto.

O Presidente checo exige uma derrogação - uma excepção - para o seu país na aplicação da Carta dos Direitos Fundamentais, anexa ao Tratado de Lisboa, protegendo o país de qualquer acção que vise a restituição dos bens confiscados à minoria germânica expulsa da Checoslováquia após a Segunda Guerra Mundial.

O Tratado de Lisboa já foi ratificado pelos restantes 26 países membros da UE. Na República Checa, o Tratado foi aprovado pelas duas câmaras do parlamento, faltando apenas a assinatura do Presidente para a sua ratificação definitiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG