Uma elegante cardiologista parecida "com uma mulher europeia"

A mulher do novo Presidente ucraniano cultiva um estilo simples e elegante. Mãe de quatro filhos, trocou o exercício da medicina para se dedicar inteiramente à família.

"Ela parece-se muito com uma mulher europeia", comentava ontem uma habitante de Kiev a propósito de Marina Porochenko, de 52 anos, a mulher do Presidente Petro Porochenko, que hoje tomou posse.

Marina está casada há 30 anos com Petro, sendo mãe de quatro crianças, dois rapazes e duas raparigas. O primeiro nasceu em 1985; as duas meninas, que são gémeas, nasceram em 2000. Logo no ano seguinte, nasceu o último filho do casal, Mykhaylo. Então, Marina deixou de exercer medicina, em que se licenciara na área da Cardiologia.

Foi, aliás, durante a sua passagem pela Universidade, na residência de estudantes onde ambos viviam em Kiev, que conheceu o marido. E "foi amor à primeira vista", disse em maio à Der Spiegel. Marina, como o marido, é apresentada como grande apreciadora de pintura, e surge em público sempre muito elegante, mas discreta, longe da ostentação luxuosa ou do estilo desatualizado que predomina em muitas outras mulheres de dirigentes políticos e oligarcas na Ucrânia e na Rússia, refere a AFP.

Nas raras entrevistas que lhe são conhecidas, mostra sempre grande orgulho nesta escolha.

A duração do casamento revela muito sobre a relação entre Marina e Petro, que são vistos muitas vezes em público a visitarem exposições e assistirem à projeção de filmes.Marina gosta também de ser fotografada na cozinha a preparar refeições e, naturalmente, com os filhos do casal e o marido.

Não se prevê, contudo, o seu envolvimento na política. "A sociedade ucraniana é patriarcal e as tentativas de uma primeira dama influenciar a política poderão ter uma resposta mitigada", explica à AFP a socióloga Larissa Kobelianska.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG