Terroristas tentaram explodir Torre Eiffel e Louvre

Autoridades francesas travaram um ataque terrorista que tinha como objetivos explodir a Torre Eiffel, Museu do Louvre e um central de energia nuclear.

Segundo avança a edição online do jornal britânico The Telegraph, as autoridades francesas conseguiram descodificar mensagens entre um talhante de 29 anos, argelino, a viver no sul de França, conhecido somente como Ali M, e um dos membros pertencentes aos altos escalões da al-Qaeda no Maghreb Islâmico.

As trocas de mensagens entre os dois passavam por encetar um ataque terrorista que tinha como objetivos centrais a explosão da Torre Eiffer, do Museu do Louvre e de um central de energia nuclear.

Existam ainda planos para levar a cabo ataques terroristas contra "a população francesa mais modesta e pobre", além de iniciativas culturais que têm lugar no sul de França, como é o caso do festival de teatro de Avignon.

O Telegraph refere que o contacto na al-Qaeda deste talhante argelino sugeriu que este se deslocasse até à Argélia, onde receberia treino militar e aprenderia técnicas de combate.

A polícia francesa acabou por deter Ali M em junho, um mês antes deste viajar para a Tunísia para, depois, seguir para a Argélia, noticia o Telegraph.

Todavia, ao Le Parisien o adovogado de Ali M afirmou que este suposto ajudante da al-Qaeda estava a ser alvo de uma "lavagem cerebral". "A detenção foi um alívio para ele", disse o advogado à publicação francesa.

Entretanto o ministro do interior francês, Mehdi Nemmouche, anunciou que serão tomadas medidas mais pesadas para combater o terrorismo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG