Seis civis mortos em Donetsk por combates

Seis civis morreram nas últimas 24 horas devido aos confrontos entre tropas do governo ucraniano e rebeldes pró-russos em Donetsk, o principal reduto controlado pelos separatistas no leste da Ucrânia, disse hoje o vice-presidente da Câmara local.

Seis moradores morreram durante um tiroteio e 13 ficaram feridos no subúrbio de Petrivskiy, na parte ocidental do bastião separatista, disse Kostyantyn Savinov à AFP.

No outro reduto separatista, Lugansk, três civis foram mortos nas últimas 24 horas nos combates, informou hoje o presidente da Câmara Municipal, que no sábado alertou que a cidade estava "à beira de um desastre humanitário".

Em Lugansk, cidade que tinha 500.000 habitantes antes da guerra, a água e a eletricidade foram cortadas, as comunicações estão interrompidas e é quase impossível o fornecimento externo de alimentos e de combustíveis.

Os combates violentos no leste da Ucrânia já causaram, desde abril, cerca de 1.150 mortos, a esmagadora maioria civis, de acordo com a ONU.

Forças ucranianas têm progredido no terreno e tentado isolar os separatistas nos redutos de Donetsk e Lugansk.

Desde o início da ofensiva, "os terroristas perderam três quartos do território que eles controlavam", disse hoje um porta-voz militar, Andrii Lysenko, em conferência de imprensa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG