Retrato da rainha Isabel II vandalizado com spray

Um elemento de uma associação para a defesa dos pais separados compareceu hoje em tribunal acusado de ter provocado danos de quase 6 mil euros à obra exposta na Abadia de Westminster, em Londres.

Tim Harie, um eletricista de 41 anos que habita em Doncaster, no norte de Inglaterra, foi libertado sob fiança até 28 de junho, dia em que se realizará a próxima audiência.

O indivíduo é acusado de ter pulverizado com um spray amarelo alaranjado um retrato da rainha Isabel II que está na Abadia de Westminster, tendo provocado danos na obra no valor de 5.880 euros. O quadro, com 2,7 metros por 3,3 metros, apresenta a monarca de pé no coro da abadia, é da autoria do artista australiano Ralph Heimans. Esta pintura a óleo foi feita para comemorar os 60 anos de reinado de Isabel II.

O homem que danificou a pintura terá tentado chamar a atenção para a sua situação. Membro da Father 4Justice, está impedido de ver os filhos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG