Rajoy apresenta PP como alternativa de "moderação"

O presidente do Governo espanhol e líder do Partido Popular (PP) apresentou hoje a líder do seu partido na Catalunha como a alternativa da "moderação", da "confiança" e da "responsabilidade" que a região necessita no momento atual.

Mariano Rajoy foi hoje convidado especial para apresentar a líder catalã do PP, Alicia Sánchez-Camacho, no Forum Europa, em Madrid, onde estiveram presentes vários membros do Governo.

Numa breve declaração, Rajoy considerou que Sánchez-Camacho representa o sentir de "uma imensa maioria" de cidadãos que vivem "orgulhosos" da sua condição de catalães e espanhóis, que se expressam nas duas línguas.

Para Rajoy, o PP é também o partido para os que olhem quem entendem que a Catalunha "pela sua catalanidade, é espanhola e europeia", com uma vocação "tão admirável", inseparável desse sentimento europeísta.

Sem se referir explicitamente às pretensões de soberania da Convergência e União (CiU), Rajoy considera que o seu partido representa os que consideram que o entendimento, o diálogo e a vontade de acordo devem reger a vida social e política da Catalunha.

Foi com estes valores e no marco da Constituição que os catalães conseguiram "os maiores níveis de bem-estar, prosperidade e coesão social".

Sánchez-Camacho, por seu lado, afirmou que o seu partido é o único capaz de travar a "deriva separatista" liderada pelo presidente cessante do Governo regional, Artur Mas, cuja postura de "rutura" está a criar instabilidade política e a afetar a recuperação económica espanhola.

Para a líder regional do PP, a Catalunha necessidade hoje, mais que nunca, de "tranquilidade, certeza e responsabilidade", apostando na "convivência e na pluralidade".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG