Processo de Mladic adiado para 16 de maio

O processo do ex-chefe militar dos sérvios da Bósnia, Ratko Mladic, irá ter início a 16 de maio próximo, dois dias depois da data prevista, anunciou hoje fonte do TPIJ em Haia.

O serviço de imprensa do Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia (TPIJ)anunciou que as declarações do procurador sobre o processo irão começar no dia 16 de maio e deverão prolongar-se para o dia 17.

Mladic irá responder perante o tribunal internacional pelo seu papel no massacre de Srebrenica, em julho de 1995, onde morreram oito mil muçulmanos - o pior crime cometido na Europa após a II Guerra Mundial. E o adiamento de dois dias no início do seu processo foi decidido, hoje em Haia, durante uma audiência de preparação do julgamento.

Os juizes do TPIJ aceitaram também a lista de 413 testemunhas proposta pelo gabinete do procurador, que dispõe de 200 horas para apresentar os seus elementos de acusação.

Detido a 26 de maio de 2011 na Sérvia, após ter escapado à justiça internacional durante 16 anos, Ratko Mladic, de 70 anos, é acusado de genocídio, crimes contra a humanidade e crimes de guerra. Mladic afirma-se inocente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG