Primeiro encontro internacional de padres rebeldes

Lançado em junho de 2011 por 300 padres austríacos, o movimento 'Iniciativa dos Padres' surge como 'um apelo à desobediência religiosa', pedindo reformas na Igreja católica, como a ordenação das mulheres e de homens casados.

Trinta padres, de seis países, vão reunir-se na Áustria para a primeira reunião internacional do movimento.

A Áustria, Suíça, Austrália, Irlanda, Alemanha e os Estados Unidos serão os países representados no encontro que servirá para discutir a situação da Igreja sob a liderança do Papa Francisco, disse um comunicado dos organizadores.

O movimento que conta com o apoio de mais de 3500 sacerdotes da Europa e dos Estados Unidos segundo Helmut Shüller, porta-voz do grupo, já começou a fazer contactos com a América Latina. A sua simples existência é vista como uma ameaça à hierarquia do Vaticano.

A 'Iniciativa dos Padres' crê que sem reformas a igreja perderá os seus fiéis.

Exclusivos