Presidentes ucraniano e russo estarão na final do Mundial

A presidente brasileira anunciou que Petro Porochenko estará amanhã no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, para assistir ao Alemanha-Argentina, onde também marcará presença o rival Vladimir Putin.

"Está previsto que ambos participem no almoço" que vai ser oferecido antes do jogo pela presidente Dilma Rousseff aos chefes de Estado que estarão na final do campeonato do Mundo, afirmou um porta-voz do Ministério dos Assuntos Estrangeiros.

A presença de Vladimir Putin está confirmada há semanas, até porque a Rússia será o anfitrião do Mundial de 2018 e o presidente russo participará numa cimeira dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, países emergentes) em Fortaleza. Porochenko apenas ontem indicou que estaria no estádio.

A Ucrânia tem sido palco de um conflito armado entre as forças governamentais e os separatistas pró-russos do leste, o qual provocou em três meses a morte de 478 civis, segundo anunciou na quinta-feira o ministério da Saúde ucraniano.

O encontro dos líderes dos dois lados do conflito segue-se a um outro, em junho, na comemoração dos 70 anos do desembarque da Normandia. A reunião, de cerca de 15 minutos, foi moderada pela chanceler alemã, Angela Merkel, que também estará na final do Mundial.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG