Presidente russo critica motins

Dmitri Medvedev considerou inaceitável a turbulência política em Chisinau

O Presidente russo, Dmitri Medvedev, considerou ontem que os motins pós-eleitorais que abalaram a Moldávia no início do mês foram "inaceitáveis" e "anti-constitucionais". Falando à televisão NTV, Medvedev considerou "monstruosas" as imagens de manifestantes que tentavam hastear a bandeira romena em edifícios oficiais. As eleições moldavas foram ganhas pelos comunistas, liderados pelo Presidente Vladimir Vorodine, que foi reeleito. A Moldávia já fez parte da Roménia e a contestação política veio sobretudo da população de língua romena.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG