Presidente russo considera "apropriado" proibir os americanos de adotar crianças russas

O Presidente Vladimir Putin considerou "apropriada" a decisão da Duma (câmara baixa do Parlamento russo) de proibir a adoção de crianças russas por americanos.

"Esta é uma resposta emocional por parte da Duma, mas eu acho que é apropriada", disse o Presidente russo durante a sua primeira grande conferência de imprensa desde o seu regresso ao Kremlin para um terceiro mandato.

A duma aprovou em segunda leitura um projeto de lei que proíbe a adoção de crianças russas por parte dos norte-americanos.

Putin referiu-se ainda a Guantanamo, onde estão detidos vários suspeitos de terrorismo, dizendo que os americanos "mantém as pessoas na prisão por anos, mesmo sem apresentar uma acusação. Impensável", afirma o Presidente russo. "Eles são como na Idade Média, e já chegaram a legalizar o uso da tortura. E ainda dizem que temos problemas!", afirmou Putin.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG