Presidente oferece cargo de primeiro-ministro à oposição

O presidente da Ucrânia, Viktor Ianukovitch, ofereceu hoje ao líder da oposição Arseni Iatseniuk o cargo de primeiro-ministro numa tentativa para resolver a crise política no país, anunciou hoje a presidência.

Em negociações com a oposição, o presidente sugeriu que Iatseniuk fique como chefe do governo no lugar de Mykola Azarov e que outro dirigente da oposição, Vitali Klitschko, assuma o cargo de vice-primeiro-ministro encarregado dos assuntos humanitários, indica um comunicado da presidência.

O chefe de Estado prometeu ainda analisar alterações à Constituição ucraniana -- que atualmente dá ao presidente grandes poderes -- através de legislação ou de um referendo.

Ianukovitch visa encontrar uma solução para a crise desencadeada há mais de dois meses, depois do chefe de Estado ter recusado assinar um tratado de associação com a União Europeia, alegadamente sob pressão da Rússia, e que se agravou esta semana com confrontos entre a polícia e manifestantes.

A contestação na Ucrânia causou já cinco mortos e mais de 100 detenções.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG