Presidente dos EUA garante "apoio total" a Poroshenko

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, contactou o Presidente ucraniano eleito Petro Poroshenko para o felicitar pela vitória nas eleições de domingo e para garantir o "apoio total" de Washington ao novo líder, divulgou hoje a Casa Branca.

"O Presidente destacou a importância de uma rápida implementação das reformas necessárias na Ucrânia para unir o país e desenvolver uma economia viável, um clima atrativo para o investimento e estabelecer um governo responsável que responda às expetativas e às preocupações de todos os ucranianos", indicou a administração norte-americana, num comunicado.

Barack Obama "felicitou [Petro Poroshenko] pela sua vitória e expressou o apoio total dos Estados Unidos nos seus esforços para unificar e fazer avançar o seu país", referiu a Casa Branca, na mesma nota.

"Os dois líderes concordaram em prosseguir o diálogo durante a próxima viagem à Europa do Presidente" dos Estados Unidos, acrescentou a administração norte-americana, sem fornecer pormenores sobre um eventual encontro entre os dois governantes.

Obama vai deslocar-se à Europa no início de junho por ocasião do 70.º aniversário do desembarque das forças aliadas na Normandia durante a Segunda Guerra Mundial.

Petro Poroshenko venceu as eleições presidenciais ucranianas, realizadas no domingo, com mais de 54% dos votos.

No dia seguinte, Moscovo reagiu à vitória de Poroshenko, afirmando que era "ainda prematuro" falar de um encontro entre o Presidente russo, Vladimir Putin, e o novo líder ucraniano.

No terreno, o exército ucraniano afirmou hoje ter tomado o controlo do aeroporto de Donetsk, no leste da Ucrânia, após combates com os insurgentes pró-russos que fizeram pelo menos 40 mortos.

SCA // JMR

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG