PP desmente contabilidade paralela apesar de documentos

O Partido Popular (PP) espanhol voltou hoje a desmentir a existência de contabilidade paralela no partido, afirmando desconhecer documentos originais do seu ex-tesoureiro, atualmente preso, publicados pelo jornal El Mundo.

Em comunicado afirma que "não reconhece, em nenhum caso, como contabilidade desta formação política" as anotações publicadas pelo jornal, que no fim de semana revelou detalhes de uma conversa de quatro horas com o ex-tesoureiro, Luís Barcenas.

Nessa conversa Barcenas admite, segundo publicou o diretor do jornal Pedro J Ramirez, o que sempre negou perante o tribunal: que o PP se financiou de forma ilegal durante 20 anos, que ele é o autor dos documentos que confirmam essa contabilidade paralela e que sempre o negou por lealdade ao partido.

Barcenas está detido na cadeia madrilena de Soto do Real desde 27 de junho, por ordem do juiz da Audiência Nacional Pablo Ruz, no âmbito de um mega processo de corrupção e vários crimes financeiros em que é arguido.

Depois da conversa com Barcenas o diretor do El Mundo explica ter entregue a Pablo Ruz o documento original que recebeu do ex-tesoureiro e cujos detalhes revela hoje no jornal.

O documento é um original do conjunto de documentos conhecidos como "papeis de Barcenas" publicados em janeiro pelo jornal El Pais e que tanto o PP como, até agora, o próprio Barcenas tinham desmentido.

Nesse documento específico estão registados alegados pagamentos ilegais a Mariano Rajoy, na altura ministra da Administração Pública e atualmente presidente do Governo espanhol.

Maria Dolores de Cospedal já tinha, na segunda-feira, desmentido qualquer ilegalidade no financiamento do partido bem como alegada corrupção na atribuição de um contrato na autarquia de Toledo quando a própria Cospedal era ali vereadora.

No comunicado hoje divulgado o PP insiste que a contabilidade do partido "é única", realizada sempre de acordo com a legislação e submetida à fiscalização do Tribunal de Contas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG