Porto italiano escolhido para transbordo

O porto italiano de Gioa Tauro foi o escolhido para ser o ponto de transbordo das armas químicas para o navio americano 'Cape Ray' onde parte deste arsenal será destruído.

A escolha foi anunciada ao início da tarde pelo ministro das Infra-estruturas, Maurizio Lupi, durante uma audição na comissão parlamentar de Negócios Estrangeiros e Defesa do Parlamento italiano, e não pela ministra dos Negócios Estrangeiros, Emma Bonino, como fora aventado ontem pelos media deste país.

Na sessão esteve também presente o diretor-geral da Organização para a Proibição das Armas Químicas, Ahmet Uzumcu, que explicou as fases pelas quais vai passar a destruição do arsenal químico do regime de Bachar al-Assad.

A escolha deveu-se ao facto de ser considerado o mais seguro, em especial a verificarem-se manifestações ou outro tipo de protestos.

A operação deve verificar-se nos primeiros dias de fevereiro, tendo os media italianos, citando fontes conhecedoras do processo, os dias 4 ou 5 para a sua realização. Nesta operação, serão transferidos para o navio americanos 1500 contentores com armamento químico e alguns dos seus componentes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG