Polícia dá recompensa pelos autores de ataque a britânicas

A polícia de Zanzibar, na Tanzânia, anunciou hoje uma recompensa de dez milhões de xelins (cerca de 4.600 euros) por informações que levem à detenção dos autores do ataque perpetrado contra duas turistas britânicas.

Duas jovens britânicas foram atacadas em Zanzibar na noite de quarta-feira com ácido, um tipo de agressão até à data inédita contra estrangeiros no arquipélago turístico da Tanzânia, segundo explicou na altura a polícia local, que de imediato lançou "uma caça ao homem" para encontrar os agressores das duas jovens de 18 anos.

Em comunicado hoje divulgado, a polícia informou que ainda não deteve qualquer suspeito, mas garante que está a seguir várias pistas que em breve terão resultados.

As duas jovens sofreram diversos ferimentos no rosto, peito, mãos e estômago, mas estão fora de perigo de vida, refere a mesma fonte, citada pela agência noticiosa espanhola EFE.

O montante da recompensa anunciado pela polícia, no valor de 6.200 dólares (cerca de 4.600 euros), é considerado bastante elevado na ilha de Zanzibar, onde o rendimento médio mensal dos habitantes é inferior a 500 dólares (cerca de 374 euros).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG