Polícia búlgara encontra pais biológicos de Maria

Um casal búlgaro de etnia cigana foi interrogado pela polícia, suspeitando-se que possam ser os pais biológicos de Maria, a menina loura que foi encontrada num acampamento de ciganos na Grécia, revelaram os media búlgaros.

Isus, um dos filhos do casal, que foi identificado como Sacha e Atanas Roussev, afirmou aos jornalistas em Nikolaevo, onde vive a família, que a mãe tinha reconhecido Maria na televisão.

Interrogado pela estação de televisão Nova, o irmão de Atanas, Anguel, confirmou que Sacha "tinha abandonado uma criança na Grécia porque não tinha nem dinheiro nem documento de identificação".

A televisão mostrou crianças louras no acampamento cigano de Nikolaevo, entre os quais Isus, de 15 anos, e outro filho do casal, de cerca de dois anos.

Os vizinhos do casal confirmaram que a família viajou para a Grécia no passado e alguns indicaram que a mãe pode ter vendido a filha por 250 euros.

O casal com quem Maria vivia foi detido por suspeita de rapto, depois de testes de ADN terem confirmado que não eram eles os pais da menina. Enquanto não se descobre a sua verdadeira origem, Maria, que terá entre 4 e 6 anos de idade, será acolhida pela associação grega "O Sorriso da Criança".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG