Papa emérito Bento XVI já voltou ao Vaticano

Dois meses após a sua resignação histórica, o Papa emérito Bento XVI, de 86 anos, voltou hoje de helicóptero ao Vaticano, onde se vai instalar a poucos metros do seu sucessor, o Papa Francisco, numa coabitação inédita na história do pequeno Estado.

Depois de passar dois meses na residência de verão de Castel Gandolfo, a 25 km do sudeste de Roma, Joseph Ratzinger chegou de helicóptero ao Vaticano por volta das 15:45.

Bento XVI foi recebido por um pequeno círculo restrito e o Vaticano já anunciou que não irá transmitir quaisquer imagens em vídeo do momento na sua televisão oficial CTV. O que levantou algumas dúvidas sobre a saúde do papa emérito.

Ratzinger, que resignou alegando sentir um forte cansaço, foi recebido pelo decano do Colégio Cardinalício, Angelo Sodano, e pelo secretário de Estado do Vaticano, Tarcisio Bertone, seu antigo homem de confiança.

De seguida, o papa emérito percorreu de carro as poucas centenas de metros entre o heliporto e o antigo mosteiro mandado construir por João Paulo II em 1992 e reabilitado especialmente para ele.

Aí foi recebido "com grande e fraterna cordialidade" pelo sucessor, o Papa Francisco, explica o Vaticano em comunicado. Os dois homens terão depois rezado juntos na capela da nova residência de Bento XVI.

Pouco mais de dois meses após a sua resignação, o papa emérito voltou assim como previsto ao Vaticano para dar início da um convívio inédito com o seu sucessor num Estado com uma superfíce de apenas 44 hectares.Bento XVI já disse contudo que se vai retirar do mundo, dedicando-se à leitura e oração e que não intervirá na gestão do Vaticano.

Exclusivos