Obama apela a Putin que reconheça presidente ucraniano

O presidente norte-americano apelou na sexta-feira ao seu homólogo russo que reconheça Petro Porochenko como o novo presidente da Ucrânia a fim de apaziguar a tensão entre EUA e Rússia.

O apelo aconteceu durante um encontro entre Barack Obama e Vladimir Putin à margem das celebrações dos 70 anos do desembarque da Normandia.

Em resposta a questões da cadeia de televisão norte-americana NBC News, Obama afirmou que agradeceu a cooperação da Rússia em questões como a guerra no Afeganistão e o acordo provisório com o Irão na questão do nuclear. "Mas vamos precisar de uma decisão sobre a situação na Ucrânia", acrescentou o presidente norte-americano no programa "Nightly News".

"O senhor Putin deverá reconhecer como como legítimo o senhor Porochenko, que acaba de ser eleito presidente da Ucrânia e que vai tomar posse no sábado, e deverá trabalhar diretamente com o senhor Porochenko e o governo ucraniano para tentar resolver os diferendos entre os dois países", disse ainda, salientando a necessidade de a Rússia "deixar de financiar e armar os separatistas".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG