Novos dados sobre Diana apontam para militar assassino

(ATUALIZADA) A polícia britânica está a analisar novos dados que recebeu recentemente sobre a morte da princesa Diana e de Dodi Al Fayed em 1997 em Paris, foi hoje revelado. Media britânicos falam em denúncia de sogros de um ex-militar.

Um comunicado da Scotland Yard citado pela BBC dá conta que a polícia está a "filtrar informação" e a "averigurar a sua revelância e credibilidade", sem para já adiantar de que elementos se tratam.

A mesma fonte fez no entanto questão de dizer que "não se trata de uma reinvestigação" à morte do casal.

A Yard recusou-se a concretizar que elementos lhe chegaram às mãos, mas os media britânicos, citando fontes policiais, adiantam que se trata da denúncia de que a princesa e o namorado foram assassinados por um antigo militar das Forças Armadas britânicas.

Denúncia feita pelos ex-sogros desse homem, concretiza a Sky News.

A princesa Diana e o namorado Dodi Al Fayed morreram num acidente de viação no Túnel das Almas, em Paris, a 31 de agosto de 1997. A investigação ao caso, encerrada em 2008, concluiu que o acidente ocorreu por "negligência grosseira" do motorista, também ele morto no acidente.

O pai de Dodi, Mohamed Al Fayed, sempre disse que as mortes tinham por trás mão criminosa.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG