Não há um "sistema autoritário" na Rússia, diz Putin

"Não posso qualificar o nosso sistema como autoritário, não posso. Não posso concordar com isso", disse o Presidente russo.

Putin acrescentou que a sua melhor prova é a decisão de deixar a posição após dois mandatos. "Se eu tivesse considerado que o melhor era escolher o caminho do autoritarismo teria mudado a Constituição, que era fácil de fazer", disse o líder russo.

O Presidente tinha deixado o cargo em 2008, após dois mandatos de quatro anos. "Decidi, então, ir para segundo plano para mostrar o meu respeito pela lei", afirmou Putin. "Se alguém acredita que a democracia e o respeito à lei são duas coisas diferentes está enganado. Era sentimento que a democracia era o trotskismo, a anarquia... mas não é o caso", afirmou o Presidente.

Durante o ano passado Putin tem enfrentado uma oposição e um movimento de protesto sem precedentes, acusando-o de ter restringido severamente as liberdades civis.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG