Menina judia ganhou concurso do bebé ariano perfeito

Em plena Alemanha nazi, a judia Hessy Taft ganhou o título de bebé ariano ideal num concurso de beleza. Passados 80 anos da atribuição do prémio, a atual professora de química na St. John's University, em Nova Iorque, contou a sua história ao jornal alemão Bild.

Hessy Taft revelou que pode agora rir-se da situação, "mas se na altura os nazis averiguassem quem eu era na realidade, não estaria viva", cita o jornal espanhol ABC. Segunda ela, a foto foi tirada em 1934, quando Hessy tinha apenas seis meses, quando a sua mãe pediu ao fotógrafo Hans Ballin que tirasse umas fotos de família.

Quando os seus pais, Jacob e Polin Levinson, cantores de ópera, viram a cara da sua filha na revista nazi "Sonne ins Haus" ficaram muito surpreendidos, conta Hessy. Numa tentativa de ridicularizar os ideias dos nazis, o fotógrafo teria enviado a foto da criança para o concurso de bebés arianos mais bonitos, mesmo sabendo que esta era filha de judeus.

Com a progressão do regime nazi na Alemanha, os pais de Hessy quiseram fugir do país. Em 1937, a família emigrou para a Letónia, depois para Paris e, em 1949, para os EUA, onde acabaram por ficar.

Hessy Taft doou recentemente uma cópia da revista ao Museu do Holocausto, instituição criada em memória das vítimas do nazismo, contando a sua história.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG