Mãe das gémeas desaparecidas faz apelo na TV

A mãe das gémeas suíças desaparecidas, Irina Lucidi, emitiu hoje um apelo a testemunhas num canal estatal italiano e considerou que o facto de terem sido detectadas num "ferry" em direção à Córsega é um "sinal de esperança".

"Peço a quem as tenha visto e saiba qualquer coisa para contactar a polícia", disse Irina Lucidi, com voz alterada e em lágrimas, numa entrevista concedida ao "Chi l'há visto?" da Rai 3, um programa especializado na busca de pessoas desaparecidas.

Alessia e Livia, as gémeas de seis anos activamente procuradas pelas polícias europeias, foram detectadas num navio entre o sul da França continental e a ilha de Córsega na noite de 31 de Janeiro para 1 de Fevereiro, anunciou hoje o procurador de Marselha.

A Suíça também prosseguiu hoje as buscas nos locais habitualmente frequentados pelo pai. No entanto, as diligências revelaram-se "negativas", referiu um porta-voz da polícia do cantão de Vaud (oeste da Suíça), onde residiam a mãe e as duas filhas.

A família das gémeas também emitiu um apelo no perfil do Facebook "Missing Alessia e Livia", criado após o suicídio de seu pai, na sexta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG