Kiev acusa Moscovo de querer "uma 3.ª guerra mundial"

O primeiro-ministro ucraniano, Arseni Iatseniuk, acusou hoje a Rússia de querer lançar "uma terceira guerra mundial" ao estar a apoiar os separatistas pró-russos no leste da Ucrânia, apelando à comunidade internacional que "se una contra a agressão russa".

"As tentativas de agressão do exército russo sobre o território da Ucrânia conduzirão a um conflito sobre o território da Europa. O mundo não esqueceu a 2.ª Guerra Mundial e a Rússia quer lançar uma 3.ª guerra mundial", disse, durante um Conselho de Ministros em Kiev. "O apoio da Rússia aos terroristas na Ucrânia constitui um crime internacional e apelamos à comunidade internacional que se una contra a agressão russa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG