Justiça arquiva novo caso contra juiz Garzón

O Supremo Tribunal espanhol decidiu arquivar um caso contra o juiz Baltasar Garzón - já proibido de exercer durante 11 anos - em que este era suspeito de corrupção passiva.

"O Supremo Tribunal arquiva o dossiê por corrupção passiva por prescrição", anunciou à AFP uma fonte daquela instância judicial.

O juiz Baltasar Garzón, que se notabilizou com casos contra o ditador chileno Augusto Pinochet e contra a ETA, espera ainda uma decisão da justiça sobre a sua investigação ao desaparecimento de cem mil vítimas do regime franquista.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG