Jean-Marie vs. Marine - novo episódio na guerra dos Le Pen

Num documentário exibido na TV, o fundador da Frente Nacional acusa a filha, e líder do partido, de não ter "o monopólio da verdade". De olho na presidência, Marine quer apagar a herança polémica do pai.

Adieu le Pen conta o fim de um reinado. O de Jean-Marie Le Pen. E o início de uma nova era. A da sua filha, Marine. Mas o documentário de Serge Moati, ontem transmitido pelo canal de televisão France 2 é também a ocasião para o fundador da Frente Nacional ajustar contas com a atual presidente do partido que ele fundou, mas que ela conseguiu levar à vitória nas europeias de maio. Nada que impressione o patriarca da família que no filme repete: "Marine não tem o monopólio da verdade". Mais um episódio na velha guerra dos Le Pen.

"Quis compreender, através desta luta familiar e política, o que está a acontecer. Um nome, Marine, estará a apagar um apelido, Le Pen, e com ele toda a história polémica de um partido que já nem podemos hoje classificar como de extrema-direita? Marine não terá já conseguido? A Frente Nacional light não terá já triunfado?", disse Moati à edição francesa do Huffington Post. Autor de Le Pen vous et moi (Le Pen, você e eu), livro publicado em setembro, com o documentário Adieu Le Pen, Moati volta à sua relação de 25 anos com o fundador da FN.

Leia mais pormenores no epaper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG