Um minuto de silêncio pelo eurodeputado Miguel Portas

O Parlamento Europeu (PE) despediu-se hoje do "colega muito querido" Miguel Portas, por palavras do seu presidente, Martin Schulz, e observando um minuto de silêncio em memória do eurodeputado, que morreu no dia 24 de abril.

Falando na abertura da sessão plenária de Bruxelas, Schulz homenageou um "homem que sempre defendeu com sinceridade as suas convicções", destacando o "comportamento muito humano" de Miguel Portas.

O presidente do PE lembrou ainda o humor do eurodeputado do Bloco de Esquerda (BE): "sabia rir de si mesmo e todos nos lembramos do seu riso".

"Queremos dizer à família e aos amigos, nesta situação de perda, que podem contar connosco", referiu ainda Schulz.

O eurodeputado e fundador do BE, Miguel Portas, morreu no dia 24 de abril, aos 53 anos, num hospital de Antuérpia, Bélgica, de cancro no pulmão.

"Lutou, travou uma luta muito forte contra a doença, que acabou por vencer", acrescentou o presidente do PE, convidando em seguida os presentes a observarem um minuto de silêncio.

Na quinta-feira, terá lugar uma outra homenagem a Miguel Portas, promovida pela família política europeia a que o BE pertence, o Grupo da Esquerda Unitária, e na qual participarão, entre outros, os filhos do eurodeputado e o seu irmão e ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas.

Ler mais

Exclusivos