Trabalhadores do lixo terminam greve de 11 dias

Os trabalhadores de recolha de lixo da cidade de Sevilha, no sul de Espanha, decidiram hoje pôr fim a uma greve que durava há 11 dias, em protesto contra cortes salariais.

A assembleia de trabalhadores da empresa municipal de limpeza (Lipasam), desconvocou a greve depois de aceitar, por larga maioria, uma redução salarial de 3,6 por cento, menos do que a proposta inicial de cinco por cento feita pela empresa.

Ao fim de 11 dias de greve, perto de 7.000 toneladas de lixo por recolher acumulavam-se hoje nas ruas da cidade espanhola.

A votação de hoje foi feita por voto secreto, ao contrário da de braço no ar na quarta-feira, quando os trabalhadores votaram prosseguir a greve.

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".