Quatro anos de prisão por incitar a motins na Internet

Dois jovens condenados por criarem páginas no Facebook a apelar à violência.

Dois jovens foram ontem condenados a cumprir quatro anos de prisão por terem usado o Facebook para incitar à violência durante os motins da semana passada no Reino Unido. Perry Sutcliffe-Keenan, 22 anos, foi condenado por ter criado uma página para encorajar a realização de um motim em Warrington, uma cidade entre Liverpool e Manchester. Por seu lado, Jordan Blackshaw, de 20 anos, foi o responsável pela criação da página Smash Down Northwich Town (destruir Northwich).

"A sentença reconhece como a tecnologia pode ser utilizada abusivamente para incitar a actividades criminais e envia uma forte mensagem a potenciais desordeiros sobre até que ponto as pessoas normais valorizam a segurança e a ordem nas suas vidas e comunidades", disse em comunicado um responsável da polícia de Chesire, região de onde são ambos os detidos.

Leia mais no e-paper do DN.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.