Juan Carlos e Felipe juntos em "momento histórico"

Juan Carlos, que abdicou segunda-feira à coroa espanhola e o seu sucessor, o seu filho Felipe de Borbón, participaram hoje juntos, numa reunião histórica da Ordem de San Hermenegildo, próximo ao panteão onde estão enterrados os restos mortais dos reis espanhóis.

Os dois membros da Casa Real chegaram ao Mosteiro de San Lorenzo de Escorial, nesta localidade a cerca de 60 quilómetros noroeste de Madrid, na mesma altura em que no Palácio da Moncloa, na capital, o Governo debatida a lei orgânica que começará o processo de formalização da abdicação do monarca,

Apoiado numa moleta, que trocava de mão para saudar e cumprimentar os principais convidados na parada militar que marcou o arranque do evento, Juan Carlos mostrou-se sorridente, até ao momento em que se ouvir o hino espanhol, onde deixou ver alguma emoção.

Ao seu lado, também emocionado, o ainda príncipe Felipe de Borbón, futuro Felipe VI, que já há cinco anos não participava com o pai nesta cerimónia castrense onde se homenagearam os caídos e onde haverá, à porta fechada uma reunião do capítulo da Ordem de San Hermenegildo, criada há dois séculos para premiar condutas militares.

A cerimónia decorre próximo do Panteão Real onde estão os restos mortais dos monarcas espanhóis.

Foi o primeiro ato oficial da Casa Real desde que na segunda-feira Juan Carlos anunciou que abdica para o filho, dando espaço ás novas gerações.

Este ato não prevê discurso de Juan Carlos ou do seu filho, pelo que se mantém a expectativa para os próximos atos onde os dois participam, dessa feita por separados.

Na quarta-feira Felipe de Borbón, acompanhado da futura rainha, Letizia, presidirá no Mosteiro de Leyre à entrega do Prémio Príncipe de Viana da Cultura e o rei intervirá, no Palácio do Prado, na entrega do Prémio Reino de Espanha á trajetória empresarial.

Ler mais

Exclusivos