Igreja Anglicana revê posição sobre bispos homossexuais

A Igreja Anglicana de Inglaterra vai rever a sua posição sobre as relações entre pessoas do mesmo sexo e estudar a possível ordenação de bispos homossexuais, matéria que divide há vários anos esta comunidade religiosa, segundo um comunicado oficial hoje divulgado.

"Passaram seis anos desde que a Câmara de bispos publicou a Declaração pastoral, antes da entrada em vigor da parceria civil [união reservada aos homossexuais no Reino Unido] em Dezembro de 2005", referiu a igreja, em comunicado.

"A preparação deste documento foi a última vez que a Câmara de bispos considerou e avaliou em profundidade a questão das relações entre o mesmo sexo (...) Decidimos que chegou a hora de rever" a Declaração pastoral, lê-se na mesma nota informativa.

A Igreja Anglicana de Inglaterra vai decidir "se os sacerdotes que vivem em parceria civil são elegíveis para o cargo de bispo", esclareceu o bispo de Norwich (este), Graham James, citado pelas agências internacionais.

"A declaração de 2005 é omissa sobre esta matéria (...). A revisão estará concluída em 2012" e será seguida de um ano de consultas, indicou o mesmo representante.

A Igreja Anglicana tem vindo a ser pressionada a esclarecer a sua posição sobre a ordenação de bispos homossexuais depois de Jeffrey John, padre celibatário e homossexual que vive com outro religioso, ter sido forçado a renunciar ao cargo de arcebispo de Reading em 2003.

A Igreja de Inglaterra é a igreja mãe da comunidade anglicana, que tem cerca de 77 milhões de fiéis em todo o mundo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG