Ianukovitch reitera empenho em solução pacífica

O Presidente ucraniano, Viktor Ianukovitch, reuniu-se hoje com Catherine Ashton, alta representante para a política externa e de segurança da União Europeia (UE), reiterando o seu empenho numa solução pacífica para a crise interna.

Ashton e Ianukovitch discutiram a situação política no país e as relações bilaterais entre a Ucrânia e a UE, num encontro onde também esteve presente Jan Tombinski, embaixador da União na Ucrânia, precisou a agência noticiosa Efe.

De acordo com o gabinete de imprensa da presidência, Ianukovitch reiterou os compromissos na busca de uma solução pacífica para a crise interna e nos progressos da Ucrânia em direção à integração com a UE.

Durante uma intervenção na Rada, o parlamento ucraniano que se reuniu hoje em sessão extraordinária, o ex-presidente ucraniano Leonid Kravchuk advertiu para uma "situação dramática" e considerou que o país "está à beira da guerra civil".

Primeiro presidente da Ucrânia independente, Kravchuk apelou a todas as forças políticas do país para superarem o clima de desconfiança e elaborarem um "roteiro" para "deter o processo de destruição do país".

"Aqui não têm voz nem os Estados Unidos nem a Rússia, aqui fala a Ucrânia", afirmou Kravchuk, ao exprimir a sua rejeição de uma mediação internacional face aos problemas do país.

A oposição ucraniana permanece mobilizada há mais de dois meses após a recusa do Presidente ucraniano em assinar um acordo de livre comércio com a UE, optando por uma aproximação à vizinha Rússia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG