Homem que entrou no Palácio está em hospital mental

O indivíduo que foi apanhado no interior do Palácio de Buckingham, em Londres, numa grave falha de segurança, é um DJ falido que queria roubar as joias da coroa. Juiz mandou interná-lo.

A imprensa inglesa avança que o homem, detido há uma semana no interior do palácio, se chama Victor Miller, tem 37 anos e é um DJ que terá trabalhado com Amy Winehouse e outros artistas através da sua empresa, a UK Artist Development.

Victor Miller foi detetado pela segurança do Palácio, cerca das 22h30 de segunda-feira, depois de partir um vidro de um expositor com um extintor. Estava a tentar roubar os diamantes das joias da coroação da rainha Isabel II, que ali estão expostas. Para lá chegar, o indivíduo teve de saltar o muro de quatro metros da propriedade e conseguir escapar à segurança.

Além de Victor Miller, a polícia deteve um outro indivíduo, de 38 anos, que estava nas imediações do palácio e que foi considerado cúmplice.

Ambos foram libertados mediante o pagamento de uma fiança. Mas Miller teve também de ser admitido numa instituição mental, uma vez que o tribunal tem dúvidas de que esteja mentalmente são.

Entretanto, a segurança no Palácio foi revista para evitar situações semelhantes. De tal forma, que, na quarta-feira, o próprio príncipe André, filho da rainha e quinto na linha de sucessão ao trono, foi abordado por agentes armados que lhe pediram a identificação.

Este caso é o mais importante do género depois de, em 1982, Michael Fagen, 31 anos e pai de quatro filhos, ter conseguido entrar no quarto da rainha enquanto esta estava na cama e ter conseguido lá ficar a conversar com ela durante cerca de 10 minutos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG