Homem de 58 anos condenado pelo seu 342.º crime

(COM VÍDEO) Um galês, de 58 anos, foi condenado pela justiça britânica a 18 meses de prisão após ter cometido o seu 342.º crime.

"É um dos casos judiciais mais deprimentes que já vi em muito tempo", declarou o juiz do tribunal de Mold, no País de Gales, que sentenciou ontem a condenação de David Archer, de acordo com o site de informação judiciais The Law Pages.

Esta condenação é a 342.ª imposta a Archer, 261 delas por roubo e furto, que já passou 28 anos na prisão, de acordo com a imprensa britânica.

O quinquagenário, que começou a roubar aos 10 anos, foi desta vez acusado de roubar uma caixa destinada a recolher doações para instituições de caridade do País de Gales.

David Archer, que tinha sido libertado da prisão há um mês, também tinha violado a proibição de entrar em lojas e bares sociais, pena a que estava sujeito desde 2006.

"Você tem um cadastro terrível e é conhecido por apontar a esse tipo de lojas", sublinhou o juiz.

O advogado de defesa argumentou que o galês foi libertado da prisão sem dinheiro e que era um sem-abrigo.

Segundo a BBC, Archer escreveu uma carta ao juiz em que explicava que no passado tinha dado dinheiro a obras de caridade porque apreciava o seu trabalho.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG