Harry na pisada de Diana no combate a minas em Angola

O príncipe Harry não escondeu a sua irritação perante a incapacidade de alguns países para ajudar nações africanas a acabar com as minas terrestres. Acabado de voltar de Angola, o quarto na linha de sucessão ao trono britânico seguiu as pisadas da mãe, a princesa Diana, e empenhou-se na luta contra este flagelo.

Passaram 16 anos desde que a princesa Diana esteve em Angola para chamar a atenção para o perigo das minas terrestres. Agora foi a vez do seu filho mais novo, Harry, se deslocar àquele país africano para apoiar o Halo Trust Project, a maior ONG mundial de desminagem.

Em declarações ao Daily Mail, Guy Willoughby, líder do Halo Trust, garantiu que o príncipe ficou "irritado pelo facto de os países que forneceram essas minas durante a guerra em Angola agora não estarem a contribuir para acabar com elas".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG