Gritos de "Viva a monarquia" em cerimónia militar

O rei Juan Carlos participou hoje, acompanhado do sucessor, da rainha e da princesa Letizia, no último ato militar enquanto comandante supremo das Forças Armadas.

Em contraste com as manifestações que decorreram ontem em várias cidades espanholas a exigir um referendo sobre a continuidade ou não da monarquia, a família real espanhola foi hoje aplaudida durante uma cerimónia militar em que participaram os reis Juan Carlos e Sofia e os seus sucessores, os príncipes Felipe e Letizia.

"Viva o rei!", "Viva a monarquia", "Viva o príncipe" foram alguns dos gritos que se ouviram, segundo os jornais espanhóis "ABC" e "El Mundo", naquele que foi o último ato militar do rei Juan Carlos como comandante supremo das forças armadas, que se realizou em Madrid, na Praça da Lealdade, onde repousam os restos mortais de cidadãos anónimos que foram fuzilados no levantamento de 2 de maio de 1808.

Juan Carlos anunciou na segunda-feira a intenção de abdicar do trono de Espanha. O processo de transferência da coroa para o filho, o príncipe das Astúrias, está a decorrer. A entronização de Felipe VI está agendada para dia 19, mas até lá Juan Carlos vai manter toda a agenda prevista na qualidade de chefe de Estado. Amanhã e depois irá receber o presidente mexicano, Enrique Piña Nieto.

Mais de 62% dos espanhóis defende um referendo que dê a escolha ao povo entre monarquia e república, segundo uma sondagem publicada hoje no jornal "El País" e elaborado pela empresa Metroscopia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG