Greve geral contra plano de austeridade

As principais centrais sindicais gregas iniciam hoje uma greve geral de 48 horas, para coincidir com o debate e votação parlamento em Atenas do novo plano de austeridade exigido pela Zona Euro.

Os "indignados" gregos que acampam em frente ao parlamento desde 25 de maio e que estiveram, no início de Junho, na origem de grandes protestos de cidadãos contra o novo plano de austeridade e as privatizações, também apelaram a novas manifestações nos dias da greve geral.

A votação do controverso novo plano de austeridade de 2012-2015 é, segundo o Governo e os credores do país, a condição para o pagamento até ao início de Julho de uma parcela de 12 mil milhões da ajuda financeira já decidida. Esta é a quinta parcela do empréstimo de 110 mil milhões de euros concedido à Grécia pela Zona Euro e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), em maio.

A luz verde para o pagamento desta parcela deve ser dada numa reunião no Luxemburgo, a 3 de Julho, pelos países da Zona Euro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG