Franco não é mais o "filho adoptivo" de Madrid

Câmara da capital espanhola votou pela retirada de todos os títulos honorários por si concedidos ao Generalíssimo

A cidade de Madrid decidiu retirar todos os títulos honoríficos por si concedidos ao Generalíssimo Francisco Franco durante o período da ditadura, entre 1939 e 1975.“O conselho municipal votou a favor e por unanimidade da retirada das honras a Franco,” anunciou um porta-voz da câmara da capital espanhola.Na prática o Caudilho que governou a Espanha com mau de ferro durante 36 anos deixa de ser o “Presidente honorário” e o “filho adoptivo” da capital, dois títulos que lhe foram concedidos em 1964.A decisão surge dois anos depois de o Governo socialista espanhol ter adoptado a lei da memória histórica que prevê a retirada de todos os símbolos do franquismo dos locais públicos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG