Foge da prisão para ir ao dentista e vê pena agravada

Uma dor de dentes levou um detido a fugir de uma prisão sueca para ir ao dentista. Ao entregar-se de novo à polícia, e como penalização, viu a sua pena aumentada em mais um dia.

De acordo com a AFP, o detido fugiu do Estabelecimento Prisional de Oestragaard, na Suécia, no início deste mês e quando faltavam dois dias para finalizar o cumprimento da pena a que foi condenado, ou seja; um mês. "Ele estava com dor de dentes e queria ir ao dentista", explicaram as autoridades prisionais, adiantando que após o tratamento do dente, o fugitivo entregou-se à polícia.

O indivíduo, de 51 anos, ter-se-à queixado de dor de dentes aos guardas prisionais quatro dias antes da sua fuga.

"Tinha o rosto completamente inchado e já não aguentava mais as dores", disse o prisioneiro ao diário sueco Dagens Nyheter, já após o cumprimento da pena acrescida de um dia. Ao jornal, o homem afirmou que, na altura, o que o faria mais feliz era mesmo livrar-se daquela dor de dentes. Agora, disse ironicamente, além de ter sido penalizado com mais um dia de cadeia, "ainda tenho de pagar a conta do dentista".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG