ETA afirma que desarmamento "está na agenda"

A ETA, organização terrorista que defende o separatismo basco, afirmou, numa entrevista hoje divulgada por um jornal basco, que o desarmamento "está na agenda" do grupo, cerca de três semanas depois de ter anunciado o fim da acção armada.

"O desarmamento está na agenda e a ETA está disposta a assumir compromissos", disseram dois porta-vozes do grupo separatista numa entrevista ao jornal basco Gara, que publicou hoje excertos da conversa na sua edição online. "A ETA não irá sentar-se à mesa da negociação política", referiram no entanto os dois representantes, que afirmaram estar convencidos, segundo as declarações citadas pelo jornal, que a chave do progresso reside na sociedade basca.

Estas declarações são as primeiras desde que o grupo separatista basco anunciou, no passado dia 20 de Outubro, o abandono definitivo da luta armada, quatro décadas depois do primeiro atentado oficialmente atribuído à ETA. Mais de 850 pessoas perderam a vida em acções da organização.

A decisão "não foi simples", asseguraram os porta-vozes ao jornal basco, sublinhando que o anúncio realizado em Outubro inspira "um grande sentimento de responsabilidade".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG