Estagiário morre após trabalhar 72 horas seguidas

Um rapaz de 21 anos que estava a estagiar num banco em Londres morreu, supostamente, após ter estado a trabalhar 72 horas seguidas.

Moritz Erhardt, um jovem alemão que estava a estudar na Universidade de Michigan e a estagiar no Bank of America, em Londres, morreu sete dias antes de completar o seu estágio de verão.

De acordo com alguns testemunhos, o rapaz sofria de epilepsia e caiu no chuveiro, no alojamento estudantil em Bethnal Green (leste de Londres), antes de ter sido declarada a sua morte no local.

Um post anónimo colocado no site wallstreetoasis.com dizia: "Ele foi encontrado morto no chuveiro pela sua colega de quarto. Estagiava no BAML [Banking da América e Merrill Lynch]. Tinha chegado a casa às seis da manhã."

Muitos comentário à notícia relatavam o quanto os estágios era duros, uma vez que, segundo um aluno que também estagiara no BAML, muitas vezes os estagiários eram forçados a trabalhar durante toda a noite e ficar gratos por lhes ter sido oferecido emprego. Um outro aluno comentava que o seu tempo de estágio bancário representou "os piores três meses da sua vida."

Também um ex-bancário confirmou que os estagiários podem trabalhar regularmente 14 horas dia. O bancário, que quis manter o anonimato, disse ao jornal The Independent: "Os estagiários fazem, com regularmente, entre 100 a 110 horas por semana. Mas as pessoas estão plenamente conscientes de que a banca é um trabalho árduo e a empresa lembra constantemente que as pessoas têm de dar o seu melhor. No entanto, e sta é a primeira vez que eu ouvi falar de algo semelhante no setor bancário."

Enquanto um porta-voz da BAML confirmou a morte de Erhart, o c hefe de comunicações internacionais John McIvor afirmou que Erhardt era um "estagiário altamente diligente" e acrescentou: "Nós estamos profundamente chocados e tristes com a notícia da morte de Moritz Erhardt."

"Ele era popular entre os colegas e foi um estagiário muito diligente na nossa empresa, por isso tinha um futuro promissor. Os nossos primeiros pensamentos estão com a sua família, a quem enviamos as nossas condolências neste momento difícil ".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG