Encontro de Putin e Poroshenko com moderação de Merkel

O muito aguardado encontro aconteceu mesmo. O Presidente russo esteve cerca de 15 minutos com o homólogo ucraniano. A chanceler alemã Angela Merkel também esteve presente, segundo a Reuters.

Vladimir Putin havia dito que não evitaria falar com ninguém durante as cerimónias do 70.º aniversário do desembarque dos Aliados na Normandia, na II Guerra Mundial. E o Presidente russo acabou mesmo por se reunir com o recém-eleito Presidente ucraniano, Petro Poroshenko.

O encontro decorreu no Castelo de Benouville na Normandia, em França, onde estava marcado o almoço para os vários líderes mundiais que marcaram presença nas cerimónias. François Hollande, Presidente francês, salientou que a reunião entre Putin e Poroshenko deveria ter como objetivo alcançar a paz.

Na reunião que Putin teve apenas com Merkel, a situação na Ucrânia foi o único tema a ser abordado, segundo explicou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, citado pela agência russa Ria Novosti.

Na cimeira do G7, que se realizou ontem em Bruxelas, ficou decidido que se Putin não alterar a sua posição perante a situação de violência no leste da Ucrânia, poderão ser aplicadas mais sanções contra a Rússia. É também exigido que o Presidente russo aceite como legítimas as eleições presidenciais ucranianas, vencidas por Poroshenko.

Exclusivos

Premium

Liderança

Jill Ader: "As mulheres são mais propensas a minimizarem-se"

Jill Ader é a nova chairwoman da Egon Zehnder, a primeira mulher no cargo e a única numa grande empresa de busca de talentos e recursos. Tem, por isso, um ponto de vista extraordinário sobre o mundo - líderes, negócios, política e mulheres. Esteve em Portugal para um evento da companhia. E mostrou-o.