Desmantelado acampamento de indignados em Londres

Quatro meses após ter sido instalado, o acampamento dos indignados junto à Catedral de São Paulo, em Londres, foi desmantelado durante a noite. Houve 20 detidos.

Durante a operação, que começou pouco tempo após a meia-noite e foi feita com autorização judicial, foram detidos vinte manifestantes. O despejo decorreu de forma pacífica, à exceção de algumas escaramuças com as autoridades.

"Um pequeno grupo de manifestantes tentou impedir os trabalhos. A polícia deteve 20 pessoas", referiram as autoridades, que consideraram que a operação decorreu "calmamente".

Ao início da manhã, todas as tendas tinham desaparecido e o local estava a ser vigiado pela polícia, que colocou barreiras metálicas em redor da catedral.

O movimento "Ocupem a Bolsa de Londres", que foi erguido a 15 de outubro e que chegou a contar com mais de 200 tendas no auge do movimento de protesto "Ocupem Wall Street" lançado nos EUA, era o último grande acampamento dos "indignados" desde o desmantelamento do de Nova Iorque, em novembro.

Mas os manifestantes dizem que o fim do acampamento não é o fim do movimento. "É apenas o início", prometeram no seu site de Internet. Uma reunião está prevista para hoje à tarde para decidir que caminho dar à mobilização.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG