Demite-se presidente do Governo regional de Madrid

A presidente do governo regional de Madrid, Esperanza Aguirre, anunciou hoje a sua demissão numa decisão surpresa para a qual não apresentou para já motivos.

Depois de várias décadas à frente do PP em Madrid e de vários anos a liderar o governo regional, Esperanza Aguirre disse considerar que este é momento ideal para sair.

"Convoquei-vos para esta conferência de imprensa para vos anunciar a minha decisão de me demitir dos meus cargos presidente do Governo e de deputada regional de Madrid", disse.

"O que pensava que seria um interregno temporário como funcionária transformou-se numa vida dedicada à política. Cheguei à conclusão de que este é o momento adequado para deixar [o cargo]", disse Aguirre.

"Retiro-me para desfrutar mais da minha família", disse a presidente, visivelmente emocionada.

Entre as razões que disse a levaram a tomar a decisão agora, Aguirre afirmou que o projeto do PP na Comunidade de Madrid se consolidou e o partido é o maioritariamente apoiado pelos madrilenos.

Questionado sobre o cancro de mama de que padeceu estava entre os motivos para demitir, Aguirre afirmou que "presumivelmente" está curada mas que essa questão, como outros acontecimentos pessoais recentes, estão entre os motivos.

Aguirre, que ocupou o cargo nos últimos nove anos, disse que nunca se considerou "imprescindível para o projeto do partido", agradecendo o apoio dos jornalistas e dos colegas políticos, bem como dos madrilenos que votaram nela "em 10 eleições consecutivas".

Ignacio González, vice-presidente da Comunidade de Madrid, assumirá o cargo de presidente em funções até que decorra um novo plenário de investidura.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG