Croatas dizem não ao casamento homossexual

Os croatas votaram hoje a favor de uma revisão da Constituição para impedir o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Num referendo com muito fraca adesão (a três horas do fecho das urnas só haviam votado 26,75% dos eleitores) os croatas responderam sim a uma pergunta: se o casamento deve estar definido na Constituição como a "união entre um homem e uma mulher".

De acordo com os resultados oficiais (ainda parciais), a maioria (cerca de 64%) dos croatas respondeu que sim, pelo que apoia a revisão da constituição que acabará por impedir o casamento homossexual.

O referendo foi reclamado por Organizações Não Governamentais conservadoras e considerado discriminatório pelos defensores dos direitos humanos.

A Croácia, com 4,2 milhões de habitantes, tornou-se membro da União Europeia este verão. A Igreja Católica, com muita expressão no País, apoiou a realização do referendo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG