Crise leva Juan Carlos a abdicar do seu iate

O Rei Juan Carlos de Espanha decidiu separar-se do seu iate, cujas despesas não são compatíveis com a austeridade imposta ao país pela crise, anunciou esta quinta-feira a casa real espanhola.

"O Rei tomou a decisão de solicitar aos serviços do Património de proceder à cedência" do iate "Fortuna", que tem um valor estimado de 21 milhões de euros, anunciou um porta voz da casa real.

O "Fortuna", com 41,5 metros, foi oferecido a Juan Carlos em 2000 por um grupo de homens de negócios ligados à Fundação para o Turismo e a Cultura das Ilhas Baleares, oficialmente para assegurar que o Rei iria passar férias no arquipélago e promover o turismo na região.

No entanto, Juan Carlos, hoje com 75 anos, tem utilizado cada vez menos a embarcação. A última vez que o fez foi em agosto de 2012.

Segundo a imprensa espanhola, atestar o navio de combustível custa mais de 20 mil euros.

O conselho de administração do Património nacional, que gere os bens do monarca, deverá agora aprovar a cessão do "Fortuna" ao governo espanhol, que terá de decidir se o conserva ou se o põe à venda.

A popularidade do Rei Juan Carlos está em queda livre por causa de vários escândalos, incluindo o caso de alegada corrupção que envolve o seu genro Iñaki Urdangarin.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG