Confrontos entre deputados no Parlamento de Kiev

Um aceso debate sobre a atual situação em várias cidades da Ucrânia, nomeadamente aquelas onde, nos últimos dias, grupos pró-russos tomaram o controlo de edifícios do governo local, acabou hoje em confrontos entre deputados comunistas e deputados do partido de extrema-direita Svoboda.

O deputado comunista Petro Symonenko acusou os nacionalistas de estarem a fazer o jogo da Rússia ao usarem tácticas extremistas durante a crise na Ucrânia. Dois deputados do Svoboda não gostaram do que ouviram e dirigiram-se a ele na altura em que discursava. O seus apoiantes foram em seu auxílio para o defender e o episódio degenerou em confrontos com deputados de outros partidos, que começaram a agredir-se, relataram os sites de meios de comunicação internacionais, tais como o do 'Guardian' e da 'BBC'. Imagens fotográficas foram divulgadas pela agência Reuters.

Os confrontos no Parlamento de Kiev surgiram depois de as novas autoridades da Ucrânia terem anunciado que vão lançar uma operação "antiterrorista" contra os pró-russos que ocuparam os edifícios governamentais em várias cidades do Leste da Ucrânia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG